Mistura de pratos do mar

Vamos juntar hoje dois pratos rápidos: pescada branca básica e camarão na moranga de panela.

20120703-193308.jpg

Este é o camarão refogado com tempero pronto caseiro e cebola no azeite. Com molho de tomate e pedaços de moranga (melhor cozinhar um pouco a moranga antes, mas eu esqueci e agora não dá mais tempo). São 19:33. Eu comecei às 19:20.

Agora tempero a pescada branca sem espinhas (dois bebês em cada) com sal, azeite e laranja pêra. A laranja substitui bem o limão que esqueci de comprar na feira.

Parênteses: fui à feira hoje com as crianças. Cheiramos, tocamos e experimentamos de tudo. Mas demorou e eu acabei não comprando tudo que compraria normalmente.

Camarão e abóboa cozinhando. Daqui a pouco eu volto.

Voltei. 20:02. Maridão chegou, coloquei requeijão catupiry no camarão. Passei a pescada na frigideira sem óleo. Uma parte do peixe sem o molho vai para a papinha de legumes da Cururuca. O resto…vamos jantar!

20120703-200438.jpg

Medalhão de mingon com complementia

Então tá. São 19:11. Vou começar a janta do zero. O prato é medalhão de filé mingon. Fácil, né? É só aquela coisa de fritar de um lado por 2 min, do outro e está pronto.
Mas ninguém nunca me disse como temperar um medalhão. Só sal? Cebola? Bom, vou descobrir hoje.
E mais farofa de banana para o maridão, arroz e brócolis para o Pocoyo e a papinha da Sofia.

Cozinha assim:

20120515-191616.jpg

Daqui a pouco, eu atualizo este post. Fiquem por aí

São 19:45. Tô em cima do horário. O maridão já mandou SMS que está a caminho. Pocoyo vê Dora. Cururuca está na cadeirinha comigo na cozinha. Papinha devidamente refogada e cozinhando. Arroz idem.

Falta o brócolis. Aqui um segredinho: vou cozinhá-lo no molho de tomate que sobrou do macarrão de domingo. Fica uma delícia.

E o medalhão. Bom, o Jaime Oliver disse para temperar com sal, pimenta e páprica. Vou na dele.

Daqui a pouco, o resultado final.

P.S a cozinha tá proibida p vigilância sanitária agora

20120515-195224.jpg

20:49 acabamos de jantar. A papinha ficou ótima. O arroz bem legal, o brócolis um pouco al dente e o medalhão…acertei!

20120515-205049.jpg

Bom e velho strogonoff com segredo

Hoje estou fazendo strogonoff, um dos preferidos do maridão. Tanto que minha sogra fazia para ele e ela mesma detestava.

Strogonoff é simples, tem um montão de sites com a receita básica. O que eu mudo:

Faço com filé mignon para não precisar cozinhar e ir mais rápido

Tempero a carne direto com mostarda e catchup (e o tempero caseiro)

20120502-211349.jpg

Uso mel para rebater o molho de tomate

Uso metade do creme de leite e completo com leite

Sirvo com batata assada no azeite

20120502-211628.jpg

Ficou suave e bem gostoso. Tempo: 40 min.

Risoto para comemorar

São 22:15 e acabo de tirar esta foto

20120426-221849.jpg

As crianças já comeram, claro. O bebê leite e o maior macarrão com frango.

Estou cozinhando só agora porque estivemos envolvidos com negócios. Negócio fechado, vamos celebrar com risoto.

Na foto já estava a cebola refogada na manteiga e azeite. O arroz de risoto, presunto cortado fininho e em tiras. Em lugar de vinho branco ( que não tenho) usei um tinto. Abusei. Usei o mesmo vinho que vamos tomar: Alma Negra.

20120426-222927.jpg

Risoto no fogo, pico queijo gorgonzola (umas 50grs para 1 xic e meia de arroz) e separo o queijo parmesão.

Dúvida: coloco ou não o pêssego? Coloquei.

Ia usar queijo de cabra. Desisti. O sabor iria brigar com o resto. Comemos antes mesmo.

22:37 colocando risoto no prato. O sabor ficou ótimo.

Detalhe: coloquei meio tablete de caldo de galinha e dispensei o sal.

20120426-223849.jpg

O ideal seria substituir o presunto normal por presunto parma e o pêssego por figo.

Maridão aprovou o sabor e o timming. Agora por as crianças p dormir (tarde prá burro).

Bebê no hospital – jantar virou leite

Então, né. Hoje teríamos visita para jantar e o cardápio seria risoto, com figo e dois queijos, ao vinho do porto em lugar de vinho branco.

Mas a bebê mais nova ficou doente, com febre muito alta e do pediatra fomos direto ao hospital fazer exames. Jantar cancelado. O risoto foi subistituido por um copo de leite quente com gemada. Feito em 5 min, depois de todos irem dormir.Foto do blog: Confesso que Comi

Amanhã tem mais. Podem deixar. Com a bebê bem, me vendo cozinhar.

Até.

Finalmente usei a sopa de cebola

Ao contrário do que o título parece, não usei aquela sopa de cebola guardada no fundo do armário há 100 anos. É que eu sempre uso tempero caseiro e isto definitivamente excluia sopa de cebola.
Mas resolvi tentar – e justamente no dia em que estava tão atrasada que nem deu para escrever este post enquanto cozinhava.

Bom, comecei 19h30. A papinha da Cururuca já estava pronta, e a bancada estava assim:

Correndo, as crianças assitindo TV. Misturei a sopa de cebola (o pacote todo), com 4 colheres de sopa de maionese. Passei nos pedaços de frango, incluindo por baixo da pele. O forno já estava quente, bem quente: 240o.

Frango na assadeira, cortei batatas em pedaços com casca, coloquei ao lado do frango. Polvilhei sal e azeite na batata. Parafazer uma graça, coloquei também pedaços de damasco – este, sim, que estavam no armário desde a Páscoa (não estragam, viu?). Olho nas crianças.

 

Frango no forno (parte blilhante do papel alumínio para dentro), reduzir a temperatura para 180/190o. 30 minutos. Nisso, já estou quase na minha marca do pênalti. Penso no brócoli. Onde eu comprei, ele já veio limpo, com poucos talos. As folhas saíram rapidinho (viram caldo para sopa). Refoguei a verdura com tempero pronto e um pouco de molho de tomate. Foi rápido. Deixo cozinhando um pouco ao memso tempo do frango.

Rolou. O maridão chegou na hora, jantamos 20h15. Ficou bem gostoso – tempero de sopa de cebola aprovado. E deixou o frango be tenro.

Hoje à noite tem mais.

Hoje comecei tarde

São 19:22 e só consegui começar o jantar agora. Tarde. As crianças jantam normalmente 19:30. Como o lanche saiu mais tarde também e o marido vai atrasar, tenho 35 min.

Carne moida refogando com tomate para papinha. Peixe terminando de descongelar, refogando arroz branco.

20120417-192737.jpg

Cenoura, abobrinha e mandioquinha bem picadinhos para cozinhar mais rápido vão para a panela da carne moida. Coloco também um poco de rúcula e cheiro verde. Água no arroz e na papinha. 19:33

20120417-193723.jpg

Limpando o balcão, começo o peixe. Pescada em filé, temperada com sal e laranja pera. Na assadeira. Sobre o peixe, rodelas de cebola, pimentão vermelho e amarelo. Azeite por cima e forno. 19:40. Agora é esperar. 20 min. Checar as crianças. Limpar a pia. Ah! Papel aluminio no peixe.

20120417-195541.jpg

20:15. Jantando com as crianças. Depois atualizo com o sabor do prato