Arquivo da tag: costela

Costelinha de porco assada muito express

Esta receita eu fiz na sexta-feira passada. Mas o BlogPress do celular não funcionou e estou postando agora….

Hoje será dia de costelinha de porco assada com laranja, mel e zatar (um pozinho tempero árabe).

Também tem batata assada junto, só com azeite e sal

E brócolis com molho vermelho.

São 18:30. Estamos assim:

(aqui tinha uma foto da cozinha com tudo ainda espalhado na pia. Mas o ” sistema” deletou por engano)

Pretendo jantar no máximo 20 horas. Só que meus filhos estão esperando para batucar. Então, o assado será com a dica do Jaime Oliver: forno quentíssimo e quando colocar a costela, reduzir imediatamente para 180o.

Bom, coloquei na assadeira as batatas cruas e com casca cortadas em rodelas, joguei azeite por cima.

Numa outra vasilha, coloquei os pedaços de costela (eu fiz 7 pedaços para 2 adultos e 1 bebê). Joguei suco de laranja por cima – tem um espremedor de laranja manual que eu acho muito mais rápido e fácil de limpar que estes modernosos:

Além do molho, coloquei sal, azeite, cebola ralada (dessas compradas prontas) e alho ralado e polvilhei com o zatar. Deixei descansando enquanto refoguei o brócolis com azeite, sal e cebola na panela. (eu ligo a panela em fogo baixo e quando a cebola começa a “chiar”, vou lavando o brócolis e colocando na panela – como disse, eu não tenho auxiliares de cozinha srrsrsr).

Coloquei quatro colheres de molho de tomate para 1/2 maço de brócolis e uma colher de açúcar (para tirar o ácido). – Este processo demorou 10 min.

Ligo o forno a 240 graus. Pausa para olhar as crianças.

Coloquei as costelas com tempero e tudo sobre a batata na assadeira. Cobri com papel aluminio.

ATENÇÃO: dica que aprendi recentemente: a parte brilhante do alumínio vai dentro da assadeira, e não por fora, como minha mãe fazia. Hummmm, tá, então.

Costela no forno. Baixo a temperatura para 180 graus. Desligo o brócolis. Checo as crianças de novo. Dou uma limpada na cozinha…e vou para a sala curtir as crianças e batucar.

20h05 – sirvo a costela.

Resultado: a mistura do tempero ficou boa, a costela ficou macia no ponto e não ficou seca (foram 40 minutos no total no forno, tirei o alumínio 10 min antes de servir).

O que poderia ser melhor: como eu não deixei a costela no tempero por muito tempo, deveria ter colocado num saquinho, em lugar de ter deixado no refratário com os temperos por cima. Porque alguns pedaços da costela ficaram mais temperados que outros.

Nota: 7,5

Anúncios